Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

O Mundo é Mesmo Pequeno.

Há uma moça que mora aqui para os meus lados que também apanha o mesmo autocarro que eu quando vou para a escola. Como é um autocarro que transporta sempre as mesmas pessoas, acabamos por nos conhecer todos, mesmo que não nos falemos. O nosso elo de ligação acabam por ser os motoristas que são quase sempre os mesmos e de quem vamos sabendo os nomes.
p
Na altura da Páscoa, vi a tal moça, enquanto esperávamos a chegada do autocarro, a coser umas coisas em feltro. Pelo que pude ver, pareceram-me uns coelhinhos. Fiquei a pensar naquilo e para que seriam, se eram para oferecer, se para vender. Se ela trabalha nalguma escola e seria para os miúdos... A verdade é que nunca descobri e também nunca mais a vi com nada destas coisas.
Reparei, no entanto, que ela olha muito para as minhas mãos, ou pulsos ou peito. Calculei que fosse por gostar das bijuterias que faço e uso.
p
Hoje, ao publicar algumas novidades no meu facebook, reparei numa foto de uma amiga minha. Detive-me a olhar para aquela foto, com a sensação de que aquela cara não me era estranha... E não era mesmo! Naquela foto aparecia a tal moça que apanha o autocarro todos os dias comigo e que, afinal, também se dedica ao artesanato. Daí os coelhinhos e o observar-me com tanta atenção. Quando estamos envolvidos em determinadas coisas, estamos sempre mais alerta e observadores para esse tipo de coisas.
p

Quem diria que eu iria encontrar a tal moça no meu facebook e através de uma amiga que é de bem longe de Lisboa? O mundo é realmente bem pequeno...